Fortaleza x Ceará – Clássico-Rei dos desesperados


Ceará Fortaleza x Ceará – Clássico-Rei dos desesperados

Os dois times ocupam as últimas colocações do Brasileirão

Em jogo atrasado da terceira rodada do Brasileirão, Fortaleza e Ceará fazem clássico dos desesperados nesta quarta-feira

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 31/05/2022

fortaleza ceara Fortaleza e Ceará se enfrentam no Castelão (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza)

Fortaleza, CE, 31 (AFI) – Donos das duas piores campanhas do Brasileirão, Fortaleza e Ceará prometem protagonizar um Clássico-Rei tenso na noite desta quarta-feira, na Arena Castelão. O jogo atrasado da terceira rodada do campeonato está marcado para as 20h30 e será o de número 602 entre os dois rivais.

Além de ter vantagem no retrospecto geral, com 201 vitórias contra 182 do Fortaleza, além de 218 empates, o Ceará defende uma invencibilidade de três jogos diante do maior rival, sendo duas vitórias e um empate.

O momento no Brasileirão, porém, é parecido. Único a não vencer nenhum jogo, o Fortaleza amarga a lanterna, com apenas dois pontos. Já o Ceará vem de seis jogos sem vitória e é o penúltimo colocado, com seis pontos.

O curioso é que os dois rivais realizam campanhas históricas nas competições internacionais. O Fortaleza avançou para as oitavas de final da Copa Libertadores, onde vai enfrentar o Estudiantes-ARG, e o Ceará enfrenta o The Strongest-BOL nas oitavas de final da Sul-Americana depois de ser o único com 100% de aproveitamento na fase de grupos.

CASA CHEIATudo indica que a Arena Castelão receba um grande público nesta quarta-feira. Como o mando de campo é do Fortaleza, 70% do espaço foi destinado aos tricolores e 30% para os alvinegros. Até essa terça, mais de 30 mil ingressos foram vendidos.

DIVISOR DE ÁGUASO Fortaleza encara o Clássico-Rei como um “divisor de águas” no Brasileirão. Uma vitória diante do maior rival é tudo o que o time de Juan Pablo Vojvoda precisa para emplacar uma sequência de bons resultados e deixar a incômoda zona de rebaixamento.

“Dou máxima importância ao Campeonato Brasileiro. Estou ocupado permanentemente para virar essa situação na tabela. Vai ser difícil, mas vamos virar. Vamos trabalhar e procurar soluções”, disse o técnico Juan Pablo Vojvoda, após o empate com o Juventude, por 1 a 1, no último final de semana.

O Fortaleza vai ter pelo menos uma mudança em relação ao time da última rodada. E será na defesa. Substituído ainda no primeiro tempo por conta de dores na panturrilha direita, Tinga deve dar lugar para Titi, que não enfrentou o Juventude porque havia realizado um tratamento odontológico.

CEARÁ COM MUITOS DESFALQUESO Ceará acumula desfalques para a partida desta quarta-feira. O lateral-esquerdo Bruno Pacheco, o volante Geovane e o atacante Mendoza estão suspensos, além do técnico Dorival Júnior. Já o meia Fernando Sobral continua em tratamento no departamento médico. Com problemas físicos, o volante Rodrigo Lindoso e o meia Vina são dúvidas.

Por outro lado, Dorival Júnior tem os retornos do volante Richard Coelho e do atacante Erick, que cumpriram suspensão no empate com o São Paulo, por 2 a 2, no Morumbi. O primeiro, inclusive, deve ser titular. No banco de reservas, quem comanda o time é o auxiliar e filho de Dorival Júnior, Lucas Silvestre.

“Clássico não tem favoritismo. É um jogo à parte. Temos que entrar sempre ligados, dividindo cada bola, ganhando os duelos. Para, no final do jogo, vermos o resultado. Clássico é clássico”, comentou o atacante Cléber.

FICHA TÉCNICA

Fortaleza Fortaleza 0 0 Ceará Ceará Fase Fase: Única Fase Rodada: 3ª Fase Data: 01/06/2022 Fase Hora: 8:30 pm Fase Arbitro: Bráulio da Silva Machado (SC) Fase Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC) Fase Estádio: Arena Castelão Fase Endereço: Fortaleza (CE) Fortaleza Esporte Clube Fortaleza

Marcelo Boeck; Titi, Marcelo Benevenuto e Ceballos; Yago Pikachu, Felipe, José Welison, Lucas Lima e Lucas Crispim; Moisés e Silvio Romero.

Técnico: Juan Pablo Vojvoda. Ceará Sporting Club Ceará

João Ricardo; Lacerda, Luiz Otávio e Victor Luís; Richard Coelho, Richardson e Wescley; Lima, Cléber e Erick.

Técnico: Lucas Silvestre (interino).

Confira também: