Fortaleza ganha folga e pode ter reforços contra o Inter


Fortaleza ganha folga e pode ter reforços contra o Inter

Podem voltar do Departamento Médico pelo menos três jogadores: o lateral Tinga e os volantes Zé Wellison e Hercules

Categorias: Futebol Brasil Por: Rivail Oliveira, 01/08/2022 Foto: Vinicius Palheta/Fortaleza EC Fortaleza, CE, 01 (AFI) – Após a suada vitória por 1 a 0 contra o Cuiabá, fora de casa, resultado que o deixou a três pontos de sair da zona de rebaixamento – tem 18 pontos contra 21 do 16º colocado, o Avaí -, o Fortaleza ganhou alguns dias de folga. O Tricolor de Aço só volta a jogar no final de semana diante do Internacional na Arena Castelão. E não bastasse o descanso, o Leão poderá ter boas novidades para esse jogo diante do Colorado, domingo que vem. Podem voltar do Departamento Médico pelo menos três jogadores: o lateral Tinga, e os volantes Zé Wellison, que vem de recuperação de estiramento muscular na região posterior da coxa e ainda Hercules, que trata de desconforto no musculo adutor.  E lateral Tinga fez cirurgia para correção de lesão no pé canhoto. Todos afastados há várias semanas e entram na fase de transição do DM tricolor para o gramado. Outro reforço para o time comandado pelo argentino Juan Pablo Vovojda é do articulador Lucas Crispim, após cumprir diante do Cuiabá, suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Em contrapartida, Vovojda não contará com o atacante Thiago Galhardo contra o time gaúcho. O jogador veio do Inter e há um acordo entre os dois clubes que impede sua atuação contra o Colorado.

ALÍVIO

Depois da vitória diante do Cuiabá, o treinador argentino destacou a necessidade do Tricolor em vencer e faturar os três pontos contra o time mato-grossense. “Para conseguir, nós precisávamos jogar bem. Essa é a minha mentalidade. O time fez um bom primeiro tempo, tivemos um bom controle de bola, criamos três chances de gol e duas claras. Gostaria de ter continuado da mesma maneira no segundo tempo.  Mas o adversário também necessitava dos três pontos iguais a gente. Mas defendemos porque precisávamos ganhar e isso é o mais importante”, enfatizou o treinador leonino.

Confira também: