Covid-19: Ao menos 7 capitais começam a imunizar crianças de 3 a 5 anos nesta segunda | Jovem Pan

Divulgação/Governo de SP Vacinação de crianças Crianças de 3 a 5 anos de idade poderão iniciar seu esquema vacinal de imunização contra a Covid-19

Nesta segunda-feira, 18, sete capitais brasileiras iniciam ou seguem o seu calendário de imunização contra a Covid-19 e decidiram ampliar as faixas etária aptas para se imunizar. Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, São Luiz, Belém, Boa Vista e Manaus publicaram em suas redes de comunicação que as crianças de 3 a 5 anos de idade. A decisão dos poderes públicos ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac para crianças mais jovens e o Ministério da Saúde liberar a utilização dos imunizantes, com duas doses ministradas após 28 dias.

Única cidade que já iniciou a vacinação da faixa etária dos jovens de 3 a 5 anos contra o novo coronavírus, a campanha de imunização no Rio de Janeiro continuará ao longo desta semana. Os brasileiros de 4 anos de idade poderão procurar os postos de vacinação destacados no site da prefeitura. Para aqueles que estão com 3 anos de idade, a campanha de imunização iniciará na próxima quarta-feira, 20. Seus responsáveis deverão levar a caderneta e um documento de identificação.

Em Salvador, a CoronaVac pediátrica será disponibilizada à crianças de 3 a 5 anos de idade – com a exceção de jovens imunossupressos. Os locais de vacinação estão disponibilizados no Instagram da prefeitura e lá foi informado que os pais da criança deverão estar com o nome no site da Secretaria Municipal de Saúde, bem como apresentar um documento original no ato da vacinação e cópias do documento do pai ou da mãe com uma foto de identificação. Caso seja um tutor ou um terceiro que se responsabilize pelo menor, é necessário levar um formulário preenchido e assinado pelo genitor da criança.

Na capital cearense os pequenos fortalezenses de 3 a 5 anos poderão se imunizar à partir desta segunda, 18. Não é necessário realizar agendamento prévio, mas é preciso realizar um cadastro no sistema Saúde Digital e os responsáveis deverão número do Cartão Nacional de Saúde (CNS), um documento oficial de identificação da criança e um documento original com foto do tutor.

Em São Luís, no Maranhão, a população mais jovens poderão iniciar o seu esquema vacinal à partir de amanhã nos postos divulgados no Twitter da prefeitura. Os horário de vacinação disponíveis são das 8h às 17h. Será possível imunizar crianças nos shoppings Rio Anil e São Luís, nos seguintes horários: das 10h à 16h.

No Pará, a capital Belém passará a distribuir de maneira gratuita o imunizante. A vacinação ocorrerá em 57 locais, de segunda à sexta-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, há a expectativa de que mais de 30 mil crianças de 3 a 5 anos de idade deverão receber as doses. Para que a vacinação ocorra, é necessário que o responsável leve um documento da criança e seu cartão de vacinação. Imunocomprometidos, pessoas com doenças crônicas e com deficiência deverão apresentar laudo ou receita médica que atestem à condição.

A cidade de Boa Vista informou no site da prefeitura que ministrará a CoronaVac pediátrica com duas doses e um intervalo de 30 dias às crianças de 3 a 5 anos de idade. A disponibilização das doses ocorrerá em 13 unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Para que a imunização seja concluída, será necessário que a criança esteja acompanhada de seus pais ou responsáveis com seu CPF, um cartão SUS e o cartão de vacinação. Em Manaus, haverá 85 pontos de vacinação para que os pequenos sejam imunizados ao longo da próxima semana. Os locais que as vacinas serão disponibilizadas foi divulgado no site oficial da prefeitura.