Fortaleza Esporte Clube

Na manhã da última sexta-feira (1), o técnico da Seleção Brasileira Sub-17, Phelipe Leal, encerrou a série de visitas no estado do Ceará quando visitou as dependências do CT Ribamar Bezerra. Phelipe acompanhou durante toda a semana uma série de amistosos entre Fortaleza e Ceará, e no último dia de visita concedeu uma palestra sobre o método de trabalho adotado na seleção para os membros da comissão técnica das categorias de base tricolor e a diretoria do departamento de formação do clube.

Foto: Felipe Honorato/FortalezaEC

Antes de dar a palavra ao técnico da seleção, o executivo e o coordenador técnico das categorias de base do Fortaleza, Agnello Gonçalves e Leandro Floriano, apresentaram para o Phelipe o método e o trabalho que vem sendo realizado pelo departamento de formação do clube, desde o processo de captação até o de formação do atleta.

Foto: Felipe Honorato/FortalezaEC

Phelipe mostrou por meio de vídeos e fotos o trabalho realizado em parceria com a CBF, desde aparelhos no Centro de Excelência na Granja Comary, até o planejamento em equipe (técnico, preparador físico, preparador de goleiros e analista). Além do método adotado em treinos da seleção, Phelipe tirou dúvidas quanto ao processo de convocação e captação de atletas para defender a seleção, além de reforçar que o sucesso da seleção só acontece se estivermos todos fortes.

Para Agnello Gonçalves, a presença do técnico da seleção no clube é de bastante importância, é uma resposta da seleção mostrando que está sim olhando para os clubes que estão mais longes do centro.

— Primeiramente parabenizo essa iniciativa da CBF de estar promovendo esta aproximação com os clubes, agradecer as visitas que recebemos nas nossas dependências, desde que cheguei ao clube há 15 meses já recebemos quatro visitas da CBF e para nós essas visitas foram muito produtivas. Através dessas visitas conseguimos aplicar novas práticas dentro do CT Ribamar Bezerra, buscando sempre evoluir o nosso trabalho, sempre visando o melhor processo de formação para que em um futuro próximo possamos acomodar um atleta do Fortaleza nas seleções de base. – comentou o executivo das categorias de base, Agnello Gonçalves. 

Foto: Felipe Honorato/FortalezaEC Foto: Felipe Honorato/FortalezaEC

Ao fim da apresentação, Phelipe Leal recebeu das mãos do executivo e do coordenador técnico das categorias de base do Fortaleza, Agnello Gonçalves e Leandro Floriano, e do gerente do departamento de inteligência, Erisson Matias, uma camisa oficial do clube.