Fortaleza Esporte Clube

No último domingo, 12 de junho, é marcado também pelo Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, e o Fortaleza, de forma conjunta com o Tribunal Regional de Trabalho 7ª Região (TRT), realizou uma ação de conscientização. Com uma cesta para doações para crianças caracterizada com ferramentas e instrumentos de trabalho adulto, a ideia era chamar a atenção das pessoas que passavam pelo local.

+ Seja sócio! Seja sócia! Ajude o Fortaleza no crescimento do clube+ Assine OnLaion por R$8,40/mês e tenha acesso imediato

Foto: Reprodução / Fortaleza EC

— A caixa, posicionada no hall de saída do próprio TRT, causou o efeito que esperávamos. Foram inúmeras as pessoas que, ao verem a caixa, soltavam a interjeição: ‘Isso é pra crianças?’. E era justamente esse o questionamento que queríamos provocar – comenta Sidarta Arruda, diretor de criação do Fortaleza.

Na caixa da campanha, em que tinha escrito Tudo Para Uma Infância Feliz, a situação era apenas fictícia, mas na vida de 1.7 milhão de crianças no Brasil, ela é real. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020 mostram que 4,6% de crianças e adolescente do país, entre 5 e 17 anos, trabalham.

— Que agora essa reflexão se transforme em atitude, pois se existe uma maneira de diminuir o triste dado de 1,7 milhão de crianças brasileiras forçadas a trabalhar atualmente, é discando 100 e denunciando – completa Sidarta.

E se uma caixa com arrecadação para crianças estivesse repleta de objetos de trabalho pesados?Na caixa em questão, a situação era apenas fictícia, mas na vida de 1.7 milhão de crianças no Brasil, ela é real. pic.twitter.com/LSiHBPjJQB

— Fortaleza Esporte Clube 🦁 (@FortalezaEC) June 12, 2022