Onze capitais cancelam réveillon por temor de avanço da variante ômicron | Jovem Pan

Estadão Conteúdo reveillon Cidades cancelam réveillon por medo de aglomerações

Onze capitais anunciaram o cancelamento do réveillon em meio ao temor do avanço da variante ômicron da Covid-19. Entre esta segunda-feira, 29, e terça, 30, Aracaju, São Luís, João Pessoa, Salvador, Campo Grande, Palmas, Florianópolis, Recife, Brasília e Belém já confirmaram que não vão realizar festas de ano novo. “Considerando o cenário de incertezas gerado pelo surgimento de uma nova variante do coronavírus no mundo, tomei a decisão de que não realizaremos o Réveillon na Orla da Atalaia. Mesmo com o avanço da vacinação e com baixos índices de contaminação, precisamos de cautela”, declarou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT). O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), disse que tomou a decisão pois o momento pede “prudência e responsabilidade”.

A prefeitura de Recife também anunciou que não fará shows de réveillon na cidade, mas disse que está mantida a queima de fogos na orla de Boa Viagem, Ibura, Lagoa do Araçá, Jardim São Paulo e Morro da Conceição. A prefeitura de Fortaleza foi uma das primeiras a cancelar o evento. No sábado, o prefeito Sarto (PDT) afirmou que embora os números de internações e mortes estejam em níveis baixos, não é possível relaxar. “Até chegamos a considerar a possibilidade de realizar nossa tradicional festa da virada, se a situação permitisse. Mas não podemos relaxar, sob pena de colocarmos todo trabalho feito até aqui a perder. O cenário internacional é preocupante. E estamos em alerta”, disse.

Leia também

Quadrilha assalta outlet e causa pânico no interior de São Paulo Governo notifica 625 mil pessoas para devolverem auxílio emergencial