Súmula expõe motivos da expulsão de Felipe e torcida do Fortaleza não perdoa – Soufortaleza.com

O confronto entre Fortaleza x Ceará, em jogo atrasado da terceira rodada do Campeonato Brasileiro, ainda rende polêmicas. Nas redes sociais, o perfil oficial do Leão do Pici divulgou um vídeo do presidente Marcelo Paz criticando bastante a arbitragem de Bráulio da Silva Machado (SC). Aos 19 minutos do primeiro tempo, após uma confusão generalizada, o meio-campista Felipe acabou sendo expulso.

TIME TOP NACIONAL CHAPELEIRO  🎩 📌  Mais uma vez mitando na rodada! Desta vez nossa pontuação foi de 108.90pts, ficando com a média de 94.3 nas rodadas  😱 ⚠️  Quer ter acesso à esse time e outros conteúdos? 🏆  CLIQUE AQUI E SEJA SÓCIO! 📎  “A sorte existe, mas só é dependente dela quem não estuda”.

“A expulsão do Felipe foi totalmente desnecessária, um cartão amarelo resolveria a situação, (houve) um excesso de rigor. Depois, o gol o Ceará, já tinha passado os acréscimos, ele deu dez minutos, já estava com 56 minutos, ele levou o apito à boca e não parou o jogo, quando deveria ter parado. O Ceará voltou a bola para armar o ataque, deveria ter parado o jogo ali. Um pênalti claro no segundo tempo, a bola desviou na mão do Fernando Sobral, um gesto anti-natural, desviou a trajetória da bola, ampliou a área do corpo e o VAR não se posicionou, o árbitro (de campo) nada fez; e para terminar, no final do jogo, ele termina, no segundo tempo, antes do tempo dado como acréscimo. Então, realmente uma arbitragem desastrosa”, esbravejou Paz.

Marcelo Paz

Após o confronto, Bráulio detalhou em súmula como tudo aconteceu dentro das quatro linhas. De acordo com o profissional, Felipe foi expulso “por dar um tapa no rosto de seu adversário (Richard)”. Ainda no texto, o árbitro citou que o jogador o ofendeu com vários palavrões: “vagabundo, safado, vai se f****”.

Além de Felipe, o auxiliar-técnico Gastón Liendo, que puxou o braço de Bráulio da Silva Machado após a checagem no VAR, também levou cartão vermelho. Já Richard, que começou toda a confusão, foi advertido apenas com amarelo “por trocar empurrões com um adversário no momento em que a partida estava paralisada”.

Por fim, Bráulio citou que uma garrafa foi arremessada em direção a equipe de arbitragem das arquibancadas para o campo. A paralização da partida por conta de sinalizadores, também foi pauta.

Veja mais notícias do Fortaleza, acompanhe os jogos, resultados e classificação além da história e títulos do Fortaleza Esporte Clube.